Busca: Nossos Servicos: RSS - O quê é isso?
Home do Blog Fernando Guimarães

Consultor de marketing e comunicação, especialista em marketing de relacionamento e programas de fidelidade

[email protected]

Aulas gratuitas e online com dicas de como enfrentar a crise do coronavírus Postado em: 20/03/2020 Micros e pequenos empresários poderão ampliar seu conhecimento e aprender como lidar com a situação na página Rededeempresariosfgv, no Instagram
O Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGVCenn) realizará, na próxima semana, o programa "Gabinete anticrise". O objetivo é contribuir com micros e pequenos empresários para enfrentar a crise provocada pelo coronavírus. As aulas gratuitas serão ao vivo, às 20h, a partir da próxima segunda-feira (23) e até sexta (27), com professores da FGV e convidados. Os interessados em participar precisam fazer a inscrição na página do programa no InstagramEntre os temas: "Liderança em cenários de crise", "Estratégias financeiras de sobrevivência" e "Compreendendo as medidas legais do governo para aplicação na sua realidade", entre outros. O programa é uma realização da Rede de Empresários do FGV/Cenn, um grupo de associados que fomenta a capacitação, o networking e o apoio para o desenvolvimento de negócios e líderes.

Internet das coisas: realidade versus badalação 
Como em qualquer inovação tecnológica emergente, a badalação geralmente ganha a corrida contra a realidade. No caso da IoT, porém, o mercado pode estar se recuperando, de acordo com um novo estudo. Enquanto 40% das organizações estão implantando a solução de IoT hoje, outros 22% planejam começar nos próximos dois anos. O estudo incluiu uma pesquisa com 366 executivos de uma série de indústrias conduzida pela Eclipse Foundation, uma fundação de código aberto sem fins lucrativos focada na Internet das Coisas. Quase metade (40%) das empresas planeja aumentar seus gastos com IoT no próximo ano fiscal. Fonte: MediaPost IoT Daily

Mídia digital e comércio eletrônico impulsionam a transformação da L´Oreal
A L´Oreal está no meio de uma transformação digital com foco no comércio eletrônico, "digitalização de mídia e marketing", e repensando seu modelo promocional, diz Lubomira Rochet, diretora digital. O trabalho começou em 2010, com um processo de evangelização envolvendo questões sobre estratégias, transformação digital para crescimento, eficiência e impacto. Foram definidos três pilares: 1. aceleração do comércio eletrônico; 2. aceleração da digitalização de mídia e marketing; 3. repensar o modelo de marketing para deixar de ser um anunciante puro e adotar o marketing de influência e advocacia. Como resultado a empresa passou de 3% no comércio eletrônico para 16% no ano passado e 10% na mídia digital para 50% este ano. Quanto ao futuro, Rochet afirma que trabalham para desenvolver a estratégia e o suporte de serviços e elevar a experiência do consumidor online e offline. Quanto ao futuro, o principal desafio é como a tecnologia digital pode aumentar e apoiar a experiência sem perder o essencial, o senso de comunidade e humanidade que vem com o contato pessoal. Fonte: The Drum

Google expande seu serviço de proteção contra malwares para mais dispositivos Android
Google APP, o programa de proteção avançada do Google já está disponível para todos os usuários do Android 7.0 como forma de proteção contra aplicativos maliciosos. O serviço verifica todos os aplicativos em busca de malware e não permite downloads de fornecedores terceirizados, que geralmente são a fonte de atividade maliciosa. O aplicativo foi originalmente reservado para usuários de alto risco, como jornalistas, ativistas e outros. No entanto, agora estará disponível para todos os usuários com um dispositivo Android 7.0 ou superior. Existem dois benefícios principais . O serviço garante que a funcionalidade de verificação de antivírus do Google Play Protect esteja ativada o tempo todo, o que é particularmente útil se os usuários baixarem involuntariamente malware de aparência legítima, que é atualizado posteriormente para incluir código malicioso. Segundo, impede que os usuários baixem e instalem aplicativos de mercados de terceiros: somente os disponíveis no Google Play serão permitidos.Lojas de aplicativos instaladas por fabricantes oficiais de dispositivos Android como Samsung e Huawei também serão permitidas. Fonte: Infosecurity
Veja todos Artigos deste(a) Blogueiro(a) [Comentar (0)] [Enviar por e-mail] [Regras de Uso]

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Deixe seu comentário
Nome:
E-mail:
Comentário:
máximo caracteres.
 
Arquivo
 
Clientesa.com.br - Blog
Copyright © 2020 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered byCantini Tecnologia