Busca: Nossos Servicos: RSS - O quê é isso?
Home do Blog Fernando Guimarães

Consultor de marketing e comunicação, especialista em marketing de relacionamento e programas de fidelidade

[email protected]

Como Target e Reebok usaram dados para revigorar a fidelidade seus clientes Postado em: 17/01/2020
Durante o Big Show da NRF, executivos das marcas discutiram como a análise cuidadosa dos números levou a decisões difíceis - mas necessárias ´-- na elaboração de uma reviravolta
No momento em que a inconstância do consumidor em relação às marcas está em ascensão, o estabelecimento de um forte programa de fidelidade para manter os clientes voltando pode ser fundamental. Isso é particularmente verdadeiro em categorias sob crescente pressão externa, como o varejo, mas os profissionais de marketing não podem simplesmente recorrer a uma abordagem de acordos e descontos para conquistar compradores que desejam desenvolver um relacionamento mais profundo com suas marcas favoritas -- basicamente esse é o resumo do painel em que executivos da Target e da Reebok participaram no Big Show da NRF. Essas marcas optaram por uma mentalidade otimizada por dados ao redesenhar seus próprios programas. No caso da Reebok, isso significou tornar tudo mais simples e não apenas mais fácil de navegar. Como não requer o download de aplicativos ou garantia digital, o programa abrange todos os canais e distribuição, incluindo Reebok.com e as milhares de lojas em todo o mundo. A jornada da Target foi um pouco mais complexa, pois a marca anteriormente tinha um punhado de ofertas de fidelidade espalhadas por seu aplicativo móvel, cartões de crédito e débito e um aplicativo social separado chamado Cartwheel. Além disso, experimentos adicionais com um programa baseado em pontos chamado Red Perks levaram a uma situação que se tornou difícil e criou sentimentos de alienação entre alguns dos mais fieis clientes do Target. A Target acabou transformando o Cartwheel em seu principal aplicativo móvel, preservando as ofertas de recompensas da rede, algumas das quais atingiram uma taxa de resgate duas vezes maior sob o guarda-chuva Target Circle. Fonte: Marketing Dive

Apple vendeu cerca de 60 milhões de AirPods em 2019
Uma análise da Strategy Analytics afirma que a Apple vendeu 60 milhões de unidades de AirPods em 2019. Em relatório sobre vendas de headsets Bluetooth, a Apple ficou com 50% da fatia de mercado no último ano, um resultado bem forte ante o segundo e o terceiro principal vendedor do setor, Xiaomi e Samsung, que ficaram com menos de 10% de market share cada.  Em receita, a Apple cresceu 200% ante 2018. Com o resultado, a fabricante ficou com 70% do total do faturamento do segmento. Ken Hyers, diretor da Strategy Analytics, espera um crescimento nas vendas em 2020, uma vez que os preços estão em queda. acredita que a Apple manterá a liderança no segmento até 2024, quando o segmento alcançará US$ 100 bilhões em vendas globais. Fonte: Business Insider

Chile abre consulta pública para leilão de 5G
O Chile vai abrindo caminho para se tornar o segundo país na América Latina a lançar o 5G, depois do Uruguai. A agência reguladora chilena, Subsecretaria de Telecomunicações (Subtel), iniciou na última terça-feira, 14, a tomada de subsídios até o dia 14 de fevereiro para a realização do futuro leilão de quatro faixas de frequências: 700 MHz, AWS (1.755-1.770 MHz e 2.155-2.170 MHz), 3,5 GHz e de 28 GHz. As faixas têm diferentes configurações no leilão: a de 700 MHz terá um bloco de 20 MHz FDD; enquanto a AWS terá um bloco de 30 MHz também com a mesma duplexação. Nesses dois casos, a recomendação da Subtel é implantar 5G ou LTE. Já para a banda de 3,5 GHz, serão 15 blocos com mínimo de 10 MHz e em TDD, totalizando 150 MHz. A faixa de 28 GHz terá 800 MHz disponíveis, divididos em dois blocos de 400 MHz. O edital prevê duas fases: uma em que se toma a avaliação técnica das propostas, incluindo os critérios de cobertura mínima, tempo de implantação de rede e população beneficiada. Uma segunda etapa terá critério arrecadatório apenas quando mais de um licitante queira o mesmo espectro, e ainda assim se as empresas obtiverem empate na pontuação da análise técnica. Fonte: Mobile Time
Veja todos Artigos deste(a) Blogueiro(a) [Comentar (0)] [Enviar por e-mail] [Regras de Uso]

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Deixe seu comentário
Nome:
E-mail:
Comentário:
máximo caracteres.
 
Arquivo
 
Clientesa.com.br - Blog
Copyright © 2020 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered byCantini Tecnologia