Busca: Nossos Servicos: RSS - O quê é isso?
Home do Blog Fernando Guimarães

Consultor de marketing e comunicação, especialista em marketing de relacionamento e programas de fidelidade

[email protected]

O que está moldando o ecommerce da América Latina? Postado em: 15/07/2019
Um aspecto crítico que está ajudando a expandir o comércio eletrônico é a crescente confiança que os consumidores têm em fazer transações online
Inovações tecnológicas e logísticas recentes na América Latina deram origem a inúmeras oportunidades de crescimento para os varejistas se envolverem com os consumidores em todos os canais digitais e áreas geográficas. Um aspecto crítico que está ajudando a expandir o comércio eletrônico é a crescente confiança que os consumidores têm em fazer transações online. "Muitos dos principais players de comércio eletrônico da região ainda estão trabalhando para derrubar barreiras e facilitar o acesso a uma população que não tem os meios tradicionais para [pagar] compras online", disse Marcos Guijarro, diretor da iProspect, agência de performance mexicana. "Isso significa facilitar pagamentos offline para compras online e fornecer métodos de pagamento recarregáveis por aquelas pessoas que não têm uma conta bancária ou querem usar seus métodos tradicionais de pagamento por medo de possíveis fraudes." Estes esforços foram eficazes, de acordo com dados de junho de 2018 do The Cocktail Analysis em colaboração com Analistas Financieros Internacionales (Afi). Em média, mais de seis em cada dez compradores digitais se sentiram seguros em fazer compras digitais. Os compradores digitais mais confortáveis e menos confortáveis estavam na Argentina (78,7%) e no Peru (56,4%), respectivamente. Os marketplaces também estão impulsionando o comércio eletrônico, especialmente para produtos de tecnologia, telefones celulares, utensílios domésticos e produtos esportivos, comentou Patricia Salaverry, chefe de desenvolvimento de negócios para a América Latina da PayPal. Entre os 75,4% dos profissionais de varejo no Brasil que vendem produtos e serviços em mercados digitais, 81,5% disseram que suas empresas fizeram isso para aumentar as vendas e os lucros, enquanto 67,9% disseram que ajudou a alcançar mais clientes. A mesma tendência foi percebida na Argentina e no México. Fonte: eMarketer

Facebook oferece aos usuários mais insights e mais controle sobre anúncios
Como parte de um esforço contínuo para aumentar a transparência, o Facebook atualizou áreas de seu site para fornecer detalhes sobre informações demográficas, localização, interesses e outros fatores usados para segmentar anúncios específicos e informar indivíduos sobre as empresas que estão enviando seus dados pessoais para executar um anúncio recente e empresas que compartilham listas com seus dados. A plataforma também permite que os consumidores ajustem algumas configurações para controlar anúncios como aqueles baseados em determinados tópicos ou em dados de empresas externas. Fonte: CNBC

Amazon Go inspira a adoção de sistemas automatizados por outros varejos
Tecnologias semelhantes aos sistemas que permitiram que a Amazon abra as lojas automatizadas Amazon Go estão sendo utilizadas por outros varejistas que buscam cortar custos, acabar com as filas dos caixas e permanecer competitivas. A Tesco está testando um sistema "pick and go" que espera lançar no próximo ano, e o Carrefour da França está testando câmeras em duas lojas que registram o que os clientes retiram de uma prateleira e os cobram automaticamente quando saem da loja. Fonte: The Wall Street Journal

Veja todos Artigos deste(a) Blogueiro(a) [Comentar (0)] [Enviar por e-mail] [Regras de Uso]

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Deixe seu comentário
Nome:
E-mail:
Comentário:
máximo caracteres.
 
Arquivo
 
Clientesa.com.br - Blog
Copyright © 2019 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered byCantini Tecnologia