Busca: Nossos Servicos: RSS - O quê é isso?
Home do Blog Júlio Xavier

Economista com MBA em Marketing pela USP é Especialista em Televendas e Marketing Direto, Consultor de Empresas e Coordenador de MBA do Ibmec-SP

juliox@mktec.com.br

O que estamos fazendo para estimular os profissionais das operações de Televendas? Postado em: 16/06/2008

Nos últimos meses, tive a oportunidade de me reunir com diversos profissionais do setor de Televendas e um dos assuntos que mais está em voga é como fazer para reduzir o turnover e o absenteísmo das operações?

 

Qual será a fórmula mágica para garantir a permanência das pessoas por períodos maiores de tempo e com a produtividade adequada?

 

Será que o estímulo principal é o dinheiro? Ora, mas em todas as disciplinas onde estudamos o ciclo da motivação, o dinheiro aparece sempre entre as primeiras colocações, porém não é a lembrança mais evidente.

 

Nas pesquisas que já vi e realizei o fator Reconhecimento é a menina dos olhos na grande maioria das respostas.

 

Será então que os gestores das operações não estão perseguindo caminhos opostos a real necessidade dos operadores de vendas por telefone?

 

Será que não está na hora de assumir que a função de Operador de Televendas é passageira e que deveríamos neste período da vida desse profissional fazer com que ele aprenda a sentir orgulho dessa escolha?

 

Precisamos advogar por esta profissão que tanto emprega, capacitam jovens que nunca tiveram contato com o mundo corporativo, acolhe profissionais mais velhos, mães, pais e até avós que se sentem excluídos da sociedade e novamente com a chance de fazer a vida brilhar, promovendo a inserção das pessoas que farão o futuro de nosso país. 

 

Com todos os profissionais que tenho falado, a afirmação categórica é que precisamos gerar orgulho e fazer com que esse exército de operadores tenha um sentimento elevado de sua dignidade pessoal e possam, a partir daí, dar seqüência a sua vida na própria operação ou mesmo em outras empresas que irão trabalhar.

 

As empresas precisam começar a entender que o investimento é longo e de muito trabalho, mas essa ligação vale a pena fazer.

 

Teleabraços!

 

Júlio X

 

Veja todos Artigos deste(a) Blogueiro(a) [Comentar (8)] [Enviar por e-mail] [Regras de Uso]

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Deixe seu comentário
Nome:
E-mail:
Comentário:
máximo caracteres.
 
Comentários
Postado em: 22/01/2009 às: 09:50 Por: Cleiton Reis Soares Barros (cleiton.minas@hotmail.com)
O que desmotiva os operadores de televendas nas Call Centers tercerizadas...sao a falta de reconhecimento das empresas em que esta se presta serviços.tem muita mentiras,promessas falças,nao tem etica,eles estao sempre vendo o que é melhor para eles e nao a parte em quem traz resultados para as operaços no caso os trabalhadores em que traz resultados.dai se cria um ambiente estressante.cobraças excessivas no qual o indice de abssenteísmo e afastamento compromete nos resultados das operaçoes.
Postado em: 30/07/2008 às: 08:21 Por: Tatiane (tatiane@ig.com.br)
O Televendas é constituido por pessoas, enquanto os objetivos não estiverem focados em pessoas, com certeza haverá desmotivação e desinteresse. Não há receita pronta para o sucesso, no entanto acredito que se houver transparência, definição clara das metas, plano de carreira e relacionamento forte entre a equipe, são pontos positivos para o equilibrio da operação.
Postado em: 11/07/2008 às: 19:49 Por: Lucelia Santos de Assuncão (lucelia.assuncao@bol.com.br)
Nossa, porque não te encontrei antes,vou seguir a risca suas recomendações e vou sugerir para minha equipe.

Um abraço,vou voltar sempre,

Lucelia Santos
Resposta do(a) Blogueiro(a): Postada em: 13/07/2008 às: 22:34

Querida Lucélia, fico feliz que texto tenha realmente complementado suas idéias e ações. Seja sempre bem vinda com seus comentários.

Teleabraços,

Julio X
Postado em: 10/07/2008 às: 22:05 Por: Miguel (mig-bh@hotmail.com)
O sucesso no televendas é a junçao de entusiasmo e disposição aliados a interesses verdadeiros de que "a coisa funcione" mas o que fazer quando uma das maiores dificuldades se concentram numa gerencia deficiente e uma coordenação cega? Creio eu que o que falta realmente é boa vontade e tato na gestão de tão árduo trabalho. Sou supervisor de televendas e na minha empresa a gerente e a coordenadora usam o arcaico e lamentavel modelo de pressão psicológica. Até quando?
Resposta do(a) Blogueiro(a): Postada em: 11/07/2008 às: 12:12

Caro Miguel , Você foi direto ao ponto. "querer que as coisas funcionem e aconteçam", mas o que fazer quando os nossos superiores não querem ver? Eu vejo algumas saídas: 1) Não esqueça nunca de seus valores; 2) Não desista nunca; 3) Sempre existem alternativas que você ainda vai descobrir; 4) Os seus colaboradores precisam de você; 5) Tenha paciência, pois um dia as máscaras caem e estas pessoas terão que mudar

Um abraço,

Julio X
Postado em: 10/07/2008 às: 19:03 Por: Flavia ((flaviabadolato@hotmail.com))
Júlio,
Este assunto é instigante e entusiasmante!
Acredito na fórmula de Gestão:(FeedbackxCampanhas=Motivação). Entendo que o Gestor é responsável direto pelo desenvolvimento de sua Equipe, e quando bem estruturado o resultado é o sucesso garantido. O Turn Over é natural, e inevitável, mas é importante que enquanto estiver "aqui" faça o seu melhor, o que garantirá um profissional excelente no mercado, independente da área de atuação.
O Gestor é, sem dúvida, parte desta motivação.
Resposta do(a) Blogueiro(a): Postada em: 10/07/2008 às: 20:07

Querida Flávia, adorei seu comentário e entendo que este é um dos melhores caminhos. Um grande abraço e continui participando.

 

Teleabraços,

Julio X
Postado em: 17/06/2008 às: 17:45 Por: Lilian Albano (lilian.albano@ikann.com.br)
Júlio, que surpresa te encontrar aqui. Além de acompanhar o site da Clientes S/A. tenho tb um outro conhecido blogueiro da revista. O Marco do Clube do Livro.
Vou acompanhar mais essa área.
Sucesso. (Lilian - irmã do Nino)
Resposta do(a) Blogueiro(a): Postada em: 17/06/2008 às: 17:53

Querida Lilian, obrigado pelo carinho e espero seus comentários e contribuições  aqui em nosso blog de televendas.

Um abraço,

Julio X
Postado em: 17/06/2008 às: 14:41 Por: Clark (real.e@banco.com.br)
Em diversas centrais de venda (terceirizadas ou não) o que se vê são operações desorganizadas, sem procedimentos definidos e sem clareza na comunicação. Políticas de RH ou campanhas de incentivo em cenários como esse surtem pouco efeito e, em alguns casos, podem até soar como barganha para que os teleoperadores deixem de questionar outros temas que, para eles, são fundamentais. Por exemplo: erros de pagamento, falta de higiene e limpeza nas áreas comuns. Isto para ficar em poucos exemplos.
Resposta do(a) Blogueiro(a): Postada em: 17/06/2008 às: 15:11

Clark, agradeço seu comentário muito oportuno e repleto de verdades. Este é um cenário que me incomoda também e que por onde passo tento mudar isto, mas náo é fácil. Por um outro lado, conheço uma série de empresas (terceirizadas ou não) que se preocupam com tudo isso  e que estão agindo de forma muito forte para eliminar de uma vez por todas estes "detalhes" tão decisores em um processo de gestão eficaz e com Qualidade.

Obrigado pela coragem de escrever e continue participando ativamente, pois só assim que vamos mudar...

Um abraço,

Julio X
Postado em: 17/06/2008 às: 10:09 Por: Luis Roberto (luis.roberto@csu.com.br)
Júlio,

Ótimo trabalho. Estou solicitando meu time envolvido com Televendas que acompanhe e participe.

Um forte abraço

Luis Roberto
Resposta do(a) Blogueiro(a): Postada em: 17/06/2008 às: 10:20

Caro Luis, sua sugestão e a do seu time serão sempre bem vindas. Obrigado pela atenção de sempre.

 

Um abraço,

 

Julio X
Arquivo
 
Clientesa.com.br - Blog
Copyright © 2018 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered byCantini Tecnologia