Busca: Nossos Servicos: RSS - O quê é isso?
Home do Blog Sintelmark

Espaço parceria Sintelmark com objetivo de atualizar e acompanhar as mudanças jurídicas no setor (sintelmark@sintelmark.org.br)

Objeto social. Cuidados na definição e acompanhamento de atualizações Postado em: 09/10/2018
Sugestão de leitura do bahiaassociados.com.br 

O Manual de Registro da Sociedade Limitada (Instrução Normativa do Departamento de Registro Empresarial e Integração - DREI - nº 26/14) indica  que o objeto social não pode ser ilícito, impossível, indeterminado ou indeterminável, ou contrário aos bons costumes, a ordem pública ou a moral.
 
Acrescenta que  o contrato social deverá indicar com precisão e clareza as atividades a serem desenvolvidas  pela sociedade, sendo vedada a inserção de termos estrangeiros, exceto quando  não houver termo correspondente  em português, ou já incorporado ao vernáculo nacional, devendo, inclusive, quanto a precisão dessa informação termos a indicação clara de gêneros e espécies das atividades a serem realizadas.
 
Essa exposição mais técnica, por vezes, dificulta ao empreendedor ter a real noção da importância do objeto social da empresa. Ele não só define o que a  empresa pretende realizar em termos comerciais, como também é a origem da atividade econômica e financeira da empresa, sendo a base para a geração de sua receita operacional e da definição de sua  carga tributária. Além de conhecer operacional e tecnicamente o negócio, o investidor deve ter atenção as atividades definidas no objeto social da empresa necessitarem de registro profissional em órgão de classe que realize a gestão técnica da atividade exercida.
 
A definição delas tem conceito de projeção de negócios, pois deve-se relacionar às mesmas outras possíveis de realização que tenham vínculo com a atividade principal a ser desenvolvida, e as vezes, a citação tem relação as atividades não vinculadas a uma principal, mas que podem fazer parte do negócio pela sinergia com ele.
 
O transporte dessas informações do objeto social da empresa para o universo fiscal, tributário e até mesmo de enquadramento sindical, é realizado pela vinculação da atividade com o seu  respectivo código da CNAE - Classificação Nacional de Atividades Econômicas. Esse enquadramento na CNAE necessita ser realizado considerando a atividade principal, que será a de maior participação na geração de receita operacional da empresa, e as secundárias enquadráveis como de menor participação na geração de receitas operacionais, e citadas no objeto social como passíveis de ocorrerem.
 
Atualmente, com a massificação de tecnologias, de ferramentas sistêmicas, de possibilidades de uso dessas tecnologias e ferramentas em praticamente todos  os ramos e negócio é importante na definição ou na revisão do o objeto social ter em consideração essas questões tecnológicas e o uso delas nas atividades realizadas e no que se disponibiliza ao mercado.

http://bahiaassociados.com.br/website/pt/objeto-social-das-empresas-cuidados-na-definicao-e-acompanhamento-de-atualizacoes/
 
Veja todos Artigos deste(a) Blogueiro(a) [Comentar (0)] [Enviar por e-mail] [Regras de Uso]

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Deixe seu comentário
Nome:
E-mail:
Comentário:
máximo caracteres.
 
Arquivo
 
Clientesa.com.br - Blog
Copyright © 2018 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered byCantini Tecnologia