Busca: Nossos Servicos: RSS - O quê é isso?
Home do Blog Fernando Guimarães

Consultor de marketing e comunicação, especialista em marketing de relacionamento e programas de fidelidade

fernando.gguimaraes@gmail.com

Astrofísicos acham que "Oumuamua" pode ter sido construído por alienígenas Postado em: 03/11/2018

Lembram do "Oumuamua"? O nome oficial desse objeto interestelar que passou pelo Sistema Solar em uma trajetória altamente hiperbólica é "1I/´Oumuamua" e foi o primeiro que comprovadamente veio de fora do nosso sistema.

Além do ineditismo do avistamento, outra coisa estranha ocorreu. Ao passar pelo sol, "Oumuamua" acelerou de uma maneira que não seria de esperar se fosse simplesmente impulsionado pela força da gravidade.

Agora, um novo paper dos astrofísicos Shmuel Bialy e Abraham Loeb oferece uma explicação surpreendente: trata-se de um artefato alienígena, um objeto criado por civilização interestelar.

Calma! Os cientistas não estão "viajando na maionese". O ponto de partida do estudo foi uma hipótese simples e bem razoável: a pressão da radiação solar teria causado a inesperada de "Oumuamua".

Mas para isso o formato de "Oumuamua" teria que ser muito estranha. Talvez estranha demais (confira detalhes neste artigo).     

E os astrofísicos desenvolveram outra hipótese bem intrigante: é possível que "Oumuamua" seja uma "lightsail", isto é, uma um tipo de vela para naves movidos a radiação estelar. Alguns projetos - da NASA, do Japão e de outros - já estão desenvolvimento e testes.

A hipótese tem duas vertentes.Em uma delas, "Oumuamua" seria uma espécie de detrito espacial, os restos de uma nave alienígena.A outra vertente é ainda mais excitante.Como é altamente improvável que detritos de uma nave aparecessem de forma tão isolada (a galáxia estaria cheia delas, nesse caso), é possível que "Oumuamua" tenha sido enviado de propósito por uma civilização distante. O objeto seria uma sonda em uma missão de reconhecimento.

Infelizmente, porém, não teremos uma resposta - pelo menos, não em relação a "Oumuamua". O objeto já deixou o nosso sistema solar, e está muito distante para ser observado agora. Mesmo quando estava perto, nossa tecnologia de imagem só conseguia capturar imagens nebulosas do objeto.

Quem sabe na próxima. [RawStory]

Veja todos Artigos deste(a) Blogueiro(a) [Comentar (0)] [Enviar por e-mail] [Regras de Uso]

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Deixe seu comentário
Nome:
E-mail:
Comentário:
máximo caracteres.
 
Arquivo
 
Clientesa.com.br - Blog
Copyright © 2018 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered byCantini Tecnologia