Busca: Nossos Servicos: RSS - O quê é isso?
Home do Blog Fernando Guimarães

Consultor de marketing e comunicação, especialista em marketing de relacionamento e programas de fidelidade

fernando.gguimaraes@gmail.com

Afinal, blockchain é realmente a salvação da lavoura? Postado em: 01/07/2018

blockchain1.jpg

Blockchain, blockchain, blockchain...

De um tempo para cá, parece que não se fala de outra coisa. Mas, principalmente, fala-se muita bobagem. Pouca gente, de fato, sabe do que está falando com a profundidade necessária. Segundo Jimmy Song, editor do Bitcoin Tech Talk, se formos acreditar em tudo o que diz, a "cadeia de blocos" vai

  1. Resolver a desigualdade de renda
  2. Tornar todos os dados seguros para sempre
  3. Tornar tudo muito mais eficiente e confiável
  4. Salvar os bebês doentes

Será que o blockchain é capaz de fazer todas essas coisas? Claro que não, isso é papel das pedras filosofais - e, mesmo assim, apenas nos livros do Harry Potter.

Para entender melhor algo se a tecnologia é mesmo capaz de realizar coisas incríveis para indústrias tão diversas como saúde, finanças, gestão da cadeia de suprimentos e direitos de música, sugiro continuarmos com o Jimmy. A vantagem de o termos como guia é o fato de ele ser um profundo especialista em bitcoin e ao mesmo tempo um cético sobre o Blochain.

Em artigo recente, Jimmy buscou responder as principais questões em torno do tema. Vamos seguir com ele.

O que é blockchain?

Tecnicamente falando, blockchain é uma lista encadeada de blocos e um bloco é um grupo de transações ordenadas.
Dito de outra forma, um blockchain pode ser visualizado como um subconjunto de um banco de dados, com algumas propriedades adicionais. A principal diferença em relação a um banco de dados normal é que existem regras específicas sobre como inserir novos dado.

Basicamente, eles não podem entrar em conflito com dados que já estejam no banco de dados (consistência) e não podem ser alterados ou excluídos, apenas anexados (imutabilidade). Além disso, os dados em si são bloqueados para um dono (propriedade). E são replicáveis e disponíveis. Finalmente, todos concordam sobre qual é o estado das coisas no banco de dados (canônico) sem uma entidade central (descentralização).

É este último ponto que realmente é o santo graal do blockchain. A descentralização é muito atraente porque implica que não há um "ponto isolado de falha". Ou seja, nenhuma autoridade única será capaz de tirar seu patrimônio ou mudar a "história" para atender às suas necessidades. Essa trilha de auditoria imutável na qual você não precisa confiar em ninguém é o benefício com que todos que estão usando essa tecnologia estão contando. Mas ele tem um grande custo.

Custo dos blockchains

A trilha de auditoria imutável não controlada por uma única parte é certamente útil, mas há muitos custos para criar tal sistema. Vamos examinar alguns dos problemas. Continue lendo...

Veja todos Artigos deste(a) Blogueiro(a) [Comentar (0)] [Enviar por e-mail] [Regras de Uso]

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Deixe seu comentário
Nome:
E-mail:
Comentário:
máximo caracteres.
 
Arquivo
 
Clientesa.com.br - Blog
Copyright © 2018 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered byCantini Tecnologia