Busca: Nossos Servicos: RSS - O quê é isso?
Home do Blog Fernando Guimarães

Consultor de marketing e comunicação, especialista em marketing de relacionamento e programas de fidelidade

fernando.gguimaraes@gmail.com

95% dos internautas brasileiros assistem TV enquanto usam internet Postado em: 15/05/2018

Resultado de imagem para multitela

Em 2015, esse era o hábito de 88% dos usuários 
Uma pesquisa do IBOPE Conecta sobre o comportamento do internauta brasileiro, realizada de 11 a 15 de abril, com 2.000 internautas das classes A, B, C e D, de todas as regiões do Brasil, revelou que em três anos subiu para 95% a quantidade de internautas que assistem TV e navegam na internet ao mesmo tempo. Em 2015, esse era o hábito de 88% dos usuários de internet do país. O smartphone, dispositivo que já liderava a pesquisa passada (65%), ampliou sua vantagem: 81% usam o celular para navegar na internet na frente da TV. Na sequência, estão o computador (16% em 2018 X 28% em 2015) e o tablet (3% X 8%). Ao navegarem na internet enquanto assistem TV, 53% acessam as redes sociais, 44% recorrem à internet para passar o tempo durante os comerciais, 34% resolvem outras coisas e 22% dizem que a TV não é interessante o suficiente para ter toda a sua atenção. Há também 9% que assistem TV e navegam na internet simultaneamente para interagir com o que está acontecendo na transmissão, mesmo percentual dos que discutem com amigos sobre o programa que estão assistindo e 8% que buscam mais informações sobre um comercial que assistiram.

Assistentes ativados por voz estão alterando o cenário de pesquisas via mobile
Uma das maneiras mais imediatas que os assistentes de voz estão afetando o marketing é por meio da pesquisa através de dispositivos móveis. As chamadas originadas por buscas representam a maioria de consumidores para empresas dos EUA, descobriu uma pesquisa recente.Concretamente, o uso de dispositivos móveis e assistentes de voz aumentou em 130% este ano. Embora os benefícios da voz para os consumidores sejam imediatos e óbvios, as implicações para os profissionais de marketing são vastas e ainda estão surgindo mais. É fundamental pensar amplamente sobre como a voz afetará toda a experiência do cliente, desde a descoberta até a compra. Por exemplo, otimizando landing pages para pesquisas por voz. Em 2016, o Google começou a otimizar os rankings para pesquisas de conversas, originadas por consumidores que fazem perguntas de seus telefones, informou a Target Marketing. Na época, a linguagem empolada dominava os resultados - porque as consultas digitadas no computador eram controladas. Mas agora os rankings do Google incluem, além dos sites otimizados para dispositivos móveis, as páginas de destino voltadas para pesquisas por voz. Como resultado, os sites somente para desktop praticamente saíram dos primeiros lugares nas buscas. É importante também que os números de telefone e os endereços físicos estejam atualizadosFonte: Target Marketing
 

Facebook diz que suspendeu cerca de 200 aplicativos até agora por uso indevido de dados
O Facebook revelou que suspendeu cerca de 200 aplicativos como parte de uma auditoria em andamento para eliminar aplicativos de terceiros que possam ter usado indevidamente os dados dos usuários do Facebook. O próprio Mark Zuckerberg anunciou em 21 de março que a empresa estaria tomando novas medidas para aliviar os temores de quaisquer violações históricas adicionais à privacidade após o escândalo da Cambridge Analytica. Ele disse que todos os aplicativos que receberam acesso a dados antes do Facebook mudar sua política em 2015, bem como aqueles que demonstram "comportamento suspeito", seriam auditados. "O processo de investigação está em pleno andamento e tem duas fases", observou Ime Archibong, vice-presidente de parcerias de produtos do Facebook, em um post no blog. "Primeiro, uma revisão abrangente para identificar todos os aplicativos que tinham acesso a essa quantidade de dados do Facebook. Em segundo lugar, quando tivermos preocupações, faremos entrevistas, faremos solicitações de informações (RFI) - que fazem uma série de perguntas detalhadas sobre o aplicativo e os dados aos quais ele tem acesso - e realizaremos auditorias que podem incluir inspeções no local.Fonte: Venture Beat

Veja todos Artigos deste(a) Blogueiro(a) [Comentar (0)] [Enviar por e-mail] [Regras de Uso]

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Deixe seu comentário
Nome:
E-mail:
Comentário:
máximo caracteres.
 
Arquivo
 
Clientesa.com.br - Blog
Copyright © 2018 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered byCantini Tecnologia