Busca: Nossos Servicos: RSS - O quê é isso?
Home do Blog Fernando Guimarães

Consultor de marketing e comunicação, especialista em marketing de relacionamento e programas de fidelidade

fernando.gguimaraes@gmail.com

O Google resolveu o problema das longas filas nos caixas? Postado em: 13/11/2017

Funcionalidades de dimensionamento de multidões permitem também determina tempo médio de espera em restaurantes
Ao longo dos anos, os supermercadistas tentaram muitas soluções tecnológicas para reduzir o tempo gasto pelos clientes nas filas. Mas a mais recente tecnologia de espera e encurtamento não vem de um supermercadoindividual, mas dos dados compilados pelo Google. O Google Maps está implementando funcionalidades que usam dados de localização anônimos para permitir que os usuários vejam os tempos de espera estimados em supermercados, de acordo com o Thrillist. O Google lançará a tecnologia antes do Dia de Ação de Graças. A ferramenta para determinar a espera em mercearias é a segunda das duas ferramentas de dimensionamento de multidões. O primeiro, lançado na terça-feira, 7/11, permite aos usuários determinar qual será o tempo médio de espera para uma mesa em restaurantes.Fonte: RetailWire

Pesquisa: consumidores não estão entusiasmados com entrega a domicílio

Amazon, Walmart e outros grandes varejistas estão explorando formas cada vez mais inventivas de conseguir que seus produtos sejam entregues dentro das casas dos clientes -- ou mesmo, em alguns casos, dentro dos refrigeradores. Mas os consumidores ainda não compraram o conceito. De acordo com uma recente pesquisa para o site Recode conduzida pela SurveyMonkey, apenas 5% dos assinantes do Amazon Prime dizem que definitivamente comprarão uma Amazon Key, um bloqueio inteligente que permite a entrega em casa. Cerca de 58% disseram que definitivamente não estavam interessados. Curiosamente, a proporção daqueles que disseram já ter comprado uma Amazon Key foi similar, independentemente de o respondente ser ou não um assinante do Amazon Prime. A Walmart está trabalhando com o August Home, um fornecedor de fechaduras inteligentes e acessórios para casas inteligentes, em um programa onde os motoristas do serviço de entrega do mesmo dia, Deliv, levam os pedidos dos supermercados para as residências dos clientes. Esses clientes recebem uma notificação em seus telefones quando a entrega está acontecendo e tem a opção de assisti-la em tempo real, pois seus pedidos são colocados dentro das casas, com os produtos perecíveis sendo colocados dentro de seus refrigeradores. A pesquisa Recode encontrou um entusiasmo limitado pela entrega em casa, ainda que 5% do universo Amazon Prime equivalha a uma grande base de usuários. A partir do 2º  trimestre de 2017, 48% dos lares com internet nos EUA eram membros do Amazon Prime, segundo dados da Cowen and Company. Essa taxa provavelmente cresceu significativamente após o dia do Amazon Prime Day que foi muito divulgado este ano. Fonte: eMarketer Retail
Veja todos Artigos deste(a) Blogueiro(a) [Comentar (0)] [Enviar por e-mail] [Regras de Uso]

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Deixe seu comentário
Nome:
E-mail:
Comentário:
máximo caracteres.
 
Arquivo
 
Clientesa.com.br - Blog
Copyright © 2017 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered byCantini Tecnologia