Busca: Nossos Servicos: RSS - O quê é isso?
Home do Blog Fernando Guimarães

Consultor de marketing e comunicação, especialista em marketing de relacionamento e programas de fidelidade

fernando.gguimaraes@gmail.com

Amazon agora está baixando os preços dos produtos de quem vende por lá Postado em: 10/11/2017
Desconto não afeta o valor recebido pelos vendedores
Segundo um relatório do Wall Street Journal, nas últimas semanas, a Amazon vem praticando uma agressiva política de preços, com cortes que chegaram a 9% em alguns produtos oferecidos por teceiros, empresas que vendem em sua plataforma. Até então, a empresa controlava os preços apenas dos produtos que vendia diretamente aos consumidores. O desconto, porém, não afeta o valor que esses parceiros recebem. A empresa não contou ao WSJ como está escolhendo os produtos que serão descontados, mas garantiu que a participação dos terceiros é voluntária, com os vendedores podendo sair do programa caso desejem. Fonte: MyTotalRetail
 
Estudo: neste final de ano, anunciantes deixaram os pais de fora no YouTube
Analisando as descobertas de um estudo da Strike Social, os anunciantes estão claramente errando o gol em estratégias que usam YouTube para a temporada de compras do final de ano -- e isso pode lhes custar caro. Afinal, é um período crítico para as vendas, particularmente para os varejistas que estão enfrentando a concorrência brutal dos ecommerces e de empresas como Amazon. Os analistas não conseguem entender exatamente porque esses anunciantes estão desprezando os pais, pois é um público que está se preparando para listar os presentes para seus filhos. No entanto, concedem, não é tarde demais para ajustarem suas estratégias. Um dado do estudo merecem ser citados: 17% dos lares planejam fazer compras após o Natal, o que significa que o Ano Novo vai oferecer grandes oportunidades. Fonte: Marketing Dive
 
Pew Research Center: 45% dos habitantes dos EUA informam-se via Facebook
O número de pessoas nos EUA que, ao menos parcialmente, informam-se em sites de mídias sociais cresceu de 62% em 2016 para 67% em 2017. As descobertas são parte de uma pesquisa conduzida via telefone pelo Pew Research Center, que ouviu 4.971 pessoas para determinar quais sites de mídias sociais eles vão mais frenquentemente para obter conteúdos noticiososo. Por causa do seu alcance geral, o Facebook é a plataforma mais popular entre adultos dos EUA, com 66% visitando a rede e 45% atualizando-se sobre o que ocorre lá. Metade deles, inclusive, afirmou que é sua única fonte de notícias. Em segundo lugar, veio YouTube, com 18% dos entrevistados obtendo notícias pela plataforma de vídeo. Em terceiro, ficou o Twitter, com 11%. Fonte: Marketing Land
Veja todos Artigos deste(a) Blogueiro(a) [Comentar (0)] [Enviar por e-mail] [Regras de Uso]

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Deixe seu comentário
Nome:
E-mail:
Comentário:
máximo caracteres.
 
Arquivo
 
Clientesa.com.br - Blog
Copyright © 2017 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered byCantini Tecnologia