Busca: Nossos Servicos: RSS - O quê é isso?
Home do Blog Fernando Guimarães

Consultor de marketing e comunicação, especialista em marketing de relacionamento e programas de fidelidade

fernando.gguimaraes@gmail.com

Google busca soluções de blockchain para programa de aceleração de startups Postado em: 14/09/2018

Resultado de imagem para guiabolso
Brasileira GuiaBolso é a única startup da América Latina selecionada

Parece que o Google está cada vez mais interessado nas criptomoedas e na blockchain. Além da parceria anunciada este ano com a Digital Asset para integrar a cadeia de blocos nas soluções de nuvem do Google Cloud, a gigante mundial da internet anunciou que seu programa de aceleração, o Google Launchpad Studio, selecionou startups do mundo todo com foco principalmente em machine learning e blockchain. O Launchpad Studio foi lançado no ano passado como um programa de aceleração para startups com duração de quatro meses focado no produto a ser impulsionado no mercado. O programa seleciona, dentre todas as propostas enviadas, 10 projetos que receberam toda aceleração e tutoria durante quatro meses, na sede do Google, em São Francisco, Califórnia. Entre as empresas selecionadas deste ano, há um foco claro em projetos que envolvem blockchain, criptomoedas e machine learning, como é o caso da norte-americana Alchemy, que desenvolveu uma plataforma em blockchain destinada à análise de dados e que já conta com grandes investidores como o próprio Google, Facebook, Universidade de Stanford, Yahoo, PayPal, entre outros. Outra startup selecionada pelo Google foi a Celo, que por meio das criptomoedas e da blockchain pretende criar uma nova plataforma para conectar pessoas globalmente e trazer estabilidade financeira àqueles que mais precisam e já conta também com grandes apoiadores como a exchange norte-americana Coinbase. Embora não tenha foco em blockchain ou criptomoedas, a startup brasileira GuiaBolso foi uma das selecionadas e a única da América Latina a integrar o time de aceleração do Google. Focado no controle de gastos, o aplicativo brasileiro já conta com mais de 4,5 milhões de usuários desde seu lançamento em 2014, quando os fundadores Thiago Alvarez e Benjamin Gleason disponibilizaram a aplicação que possui entre seus investidores o IFC (braço financeiro do Banco Mundial) e fundos como Kaszek, Vostok, Ribbit  QED Investors e Omidyar Network. Fonte: Criptomoedasfácil
 
Adobe em negociações para comprar a Marketo
A Adobe Systems, fabricante do software de edição de imagens Photoshop, está em negociações para comprar a Marketo, uma empresa privada de software de marketing baseado em nuvem, segundo pessoas a par do assunto. O acordo aumentaria as ofertas de software baseadas em nuvem da Adobe, à medida que enfrenta empresas de grande porte como a Microsoft e a Oracle. A Marketo oferece aplicativos de marketing business-to-business que complementariam os negócios de marketing da Adobe. Fonte: Reuters
 
Por que a Amex está investindo em conteúdo personalizado
A American Express revelou sua maior campanha de conteúdo personalizado até hoje, divulgando sua ferramenta Pay It Plan It com vídeos e artigos no Bustle, BuzzFeed e Vox Media. "Percebemos que não podemos continuar a gritar aos nossos clientes com veículos de mídia de grande alcance e esperar que eles tenham algum impacto ou relacionamento significativo conosco", disse Terryn Lance, vice-presidente de mídia global da marca. Fonte: Digiday
 
Walmart adquire a Cornershop, empresa de entrega de produtos alimentícios sob demanda que atende México e Chile
O Walmart está alavancando seu negócio de entrega de mantimentos no cenário internacional, com o anúncio desta quinta, 12/9. de que adquiriu o serviço de entregas sob demanda Cornershop por US$ 225 milhões. O serviço que nasceu via crowdsource e está em rápido crescimento oferece entrega sob demanda de supermercados, farmácias e varejistas de alimentos especiais no México e no Chile. Fundada em 2015, a Cornershop arrecadou no ano passado US$ 21 milhões em uma rodada liderada pela Accel para expandir seu serviço na América Latina. A Cornershop trabalha com terceiros que visitam as lojas para pegar compras e entregar os pedidos dos clientes. O serviços também permite reunir pedidos de várias lojas - como mercearias, lojas especializadas de vinhos ou carnes e outras - em um único pedido. O serviço tem expandido seu alcance em ritmo acelerado, segundo o anúncio do Walmart. Nos últimos 12 meses, o número de clientes únicos dobrou. Fonte: Techcrunch
Veja todos Artigos deste(a) Blogueiro(a) [Comentar (0)] [Enviar por e-mail] [Regras de Uso]

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Deixe seu comentário
Nome:
E-mail:
Comentário:
máximo caracteres.
 
Arquivo
 
Clientesa.com.br - Blog
Copyright © 2018 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered byCantini Tecnologia