Busca: Nossos Servicos: RSS - O quê é isso?
Home do Blog Fernando Guimarães

Consultor de marketing e comunicação, especialista em marketing de relacionamento e programas de fidelidade

fernando.gguimaraes@gmail.com

Como os novos 4Ps do digital vão transformar seu marketing Postado em: 13/09/2018
Resultado de imagem para 4 ps digital
Plataformas de tecnologia de marketing e novos conjuntos de dados oferecem inúmeras possibilidades de conexão com os consumidores
Os "4Ps" -- preço, produto, promoção e lugar -- têm sido a base de toda estratégia de marketing bem-sucedida há mais de 50 anos. E por um bom motivo.
Focar no preço, no produto, na promoção e no local ainda faz todo o sentido, mesmo quando os comportamentos online dos consumidores mudam as maneiras pelas quais entregamos nossas mensagens e nos comunicamos com nosso público. No entanto, como a disponibilidade cada vez maior de plataformas de tecnologia de marketing e novos conjuntos de dados oferecem inúmeras possibilidades de conexão com os consumidores, os profissionais de marketing também precisam se concentrar no uso da tecnologia para promover experiências personalizadas. Estudos recentes mostram que 81% dos compradores fizeram suas pesquisas online antes de entrar em uma loja, e 74% ficam frustrados quando as mensagens e ofertas não têm nada a ver com seus interesses. Para os profissionais de marketing que desejam criar conexões significativas com o público em todos os canais digitais, o gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) é uma parte essencial de uma estratégia de marketing bem-sucedida.
O CRM e os novos 4Ps de processo digital -- pessoas, plataforma e desempenho -- oferecem novas maneiras de atender às necessidades dos consumidores e personalizar mensagens para públicos-alvo que esperam personalização. Fonte: ClickZ
 
UE aprova polêmica diretiva de direitos autorais, incluindo internet "imposto do link" e "filtro de uploads"
O Parlamento Europeu votou a favor da Diretiva de Direitos Autorais, uma peça legislativa polêmica destinada a atualizar as leis de direitos autorais online para a era da Internet. A diretiva foi inicialmente rejeitada pelos deputados em Julho, na sequência de críticas a duas disposições fundamentais: os artigos 11º e 13º apelidados de "imposto do link" e "filtro de uploads" pelos críticos. Contudo, no Parlamento, na manhã desta quarta, 12/9, foi aprovada uma versão atualizada da diretiva, juntamente com versões alteradas dos artigos 11º e 13º. A votação final foi de 438 votos a favor e 226 contra. As consequências desta decisão serão de longo alcance e levarão muito tempo para serem resolvidas. A própria diretiva ainda enfrenta uma votação final em janeiro de 2019 (embora especialistas afirmem que é improvável que seja rejeitada). Depois disso, ela precisará ser implementado pelos estados-membros individuais da UE, o que pode fazer com que varie significativamente a forma como escolherem interpretar o texto da diretiva. Os artigos 11 e 13. O artigo 11 tem como objetivo dar aos editores e jornais uma maneira de ganhar dinheiro quando empresas como o Google se conectam com suas histórias, permitindo-lhes exigir licenças pagas. O Artigo 13 exige que certas plataformas, como o YouTube e o Facebook, impeçam que os usuários compartilhem materiais protegidos por direitos autorais não licenciados. Fonte: The Verge
Veja todos Artigos deste(a) Blogueiro(a) [Comentar (0)] [Enviar por e-mail] [Regras de Uso]

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Deixe seu comentário
Nome:
E-mail:
Comentário:
máximo caracteres.
 
Arquivo
 
Clientesa.com.br - Blog
Copyright © 2018 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered byCantini Tecnologia