Busca: Nossos Servicos: RSS - O quê é isso?
Home do Blog Marcia Peredelski

Psicóloga, palestrante e consultora de empresas e escolas. É graduada em Psicologia pela Universidade Metodista de São Paulo e Pedagogia pela UNIABC. Tem pós-graduação em Gestão Pedagógica e especialização em Neurociência da Aprendizagem pela Uninove. Com mais de 25 anos de experiência em psicologia clínica e escolar, atuou como gestora de escolas e orientadora educacional.

marcia.peredelski@gmail.com

A importância da Educação Emocional Postado em: 07/04/2017
A sociedade contemporânea tem levado as pessoas a trabalharem, muitas vezes, mais de dez horas por dia atrás de um sucesso profissional ou de uma estabilidade financeira sem fim.

Muitas vezes essa "corrida" aliada aos problemas sócio culturais trazem aos indivíduos os mais variados sintomas de estresse emocional que acabam gerando doenças físicas e psíquicas, levam-nos a investir elevados valores em medicações e antidepressivos.

Aliás, quadros de depressão e transtornos de ansiedade são problemas de ordem emocional que têm levado muitas pessoas aos consultórios psiquiátricos e psicológicos.

O pesquisador do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo e coordenador da pesquisa São Paulo Megacity,  Wang Yuan Pang, que integra um estudo da Organização Mundial da Saúde realizado concomitantemente em vários países, verificou que  a região metropolitana de São Paulo tem índices de depressão e transtornos de ansiedade semelhantes ao de áreas de guerra como o Líbano e a Síria.

Wang identificou que 19,9% da população sofre de algum transtorno de ansiedade. Já em relação à depressão, os dados mostram que ela atinge 2,2 milhões, ou 11% dos 20 milhões de pessoas que moram na grande São Paulo.

O que muitos não sabem é que se procurassem o autoconhecimento e melhores formas de identificar suas emoções, poderiam, através da educação emocional, prevenir grande parte dessas psicopatologias.

Educação emocional é a capacidade que o indivíduo tem de administrar suas emoções em prol das relações sociais que ele estabelece e das adversidades que surgem dessas relações. Dessa forma, o indivíduo trabalha seus sentimentos e aprende a lidar com eles nas mais diversas situações cotidianas.

Para desenvolver a educação emocional é necessário conhecer e compreender suas próprias emoções, sabendo gerá-las e administrá-las de forma positiva.

Daniel Goleman, psicólogo americano, criou o conceito de Inteligência Emocional onde afirma que o indivíduo emocionalmente inteligente é aquele que consegue identificar suas emoções, motivando a si mesmo a persistir em situações de frustração.

Entre as principais características da inteligência emocional está a capacidade de controlar impulsos, canalizar emoções para situações adequadas, motivar as pessoas, praticar a gratidão, entre outras qualidades que podem ajudar a encorajar as pessoas ao redor.

Mais importante que ter um QI (Quociente de Inteligência) elevado é ter um QE (Quociente Emocional) bem adequado, pois se não soubermos gerir nossas próprias emoções e soubermos manter boas relações com as pessoas à nossa volta de nada adianta a inteligência.

Segundo Goleman, para desenvolvermos nossa educação emocional precisamos investir no Autoconhecimento Emocional, controle das emoções, automotivação, saber reconhecer as emoções nas outras pessoas e desenvolver habilidades nas relações interpessoais.

Todas essas etapas não são fáceis de serem seguidas, mas se todos nós nos esforçássemos para nos conhecermos melhor, tais características seriam desenvolvidas aos poucos e, com certeza, as pessoas conseguiriam lidar de maneira mais saudável com as adversidades que surgem no dia a dia. Problemas sempre existiram e sempre existirão, porém, o que muda é a forma como enfrentamos cada um deles.

Manter a calma, desenvolver sua inteligência emocional, ter uma visão positiva em relação à vida são atitudes que podem não trazer as soluções imediatamente, mas, com certeza vão instrumentalizar o indivíduo a enfrentar tais situações com mais leveza.

Marcia Peredelski

marcia.peredelski@gmail.com

Veja todos Artigos deste(a) Blogueiro(a) [Comentar (0)] [Enviar por e-mail] [Regras de Uso]

Compartilhe

Twitter Facebook Linkedin
Deixe seu comentário
Nome:
E-mail:
Comentário:
máximo caracteres.
 
Arquivo
 
Clientesa.com.br - Blog
Copyright © 2017 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered byCantini Tecnologia